29 de mar de 2010

Energia eólica em condomínio


A arquitetura como ferramenta para uma melhor qualidade de vida. Essa deveria ser a função primeira da arquitetura, parece óbvio. No entanto, infelizmente não é sempre assim. Mas é nessa máxima que acredita o arquiteto e urbanista paulista Jaques Suchodolski. “Acredito que a transformação positiva do espaço pelo homem só é possível através da arte embasada em tecnologia e da ciência”, afirma.     
Ele é o responsável pelo desenvolvimento de uma turbina que utiliza um moderno sistema de captação vertical, em turbinas que medem – 1,20m de diâmetro e 6,00m de altura - e são capazes de gerar cerca de 5 kilowatts cada, de maneira silenciosa e segura - uma configuração ideal para a instalação em casas e edifícios. Este equipamento possui dimensões reduzidas e se destaca pelo design vertical de alta tecnologia e com forte apelo estético.
Esta tecnologia será aplicada no condomínio residencial Neo, concebido para ser o primeiro empreendimento com produção de energia eólica no Brasil, num conceito inédito de sustentabilidade batizado de Next Generation. “O condomínio não irá utilizar nenhum combustível fóssil e o custo de aquecimento d´água será próximo de zero”, ressalta ele. 
Localizado no bairro Novo Campeche em Florianópolis, o projeto prevê a instalação de duas turbinas de vento - uma em cada torre residencial - para o aquecimento da água consumida pelos 24 apartamentos do condomínio.
Com a energia do vento e a captação complementar da energia do sol através de painéis solares, as coberturas das duas torres baixas que integram o projeto residencial passam a se constituir em eficientes fontes de energia limpa, sustentável e com emissão zero de carbono.  
A adoção de um sistema de tratamento de efluentes promove a reutilização da água consumida, para uso nos jardins e áreas comuns e o uso inteligente dos sanitários - iniciativas funcionais que possibilitam a redução de 50% no consumo de água de todo o condomínio. A energia produzida em forma de água quente, será armazenada em reservatórios nas torres das caixas d`água.
Jaques se incluiu nesse grupo, após ter percorrido uma extensa trajetória profissional, com passagens pelos escritórios de Paulo Mendes da Rocha e Joaquim Guedes, coordenação de desenho urbano para o PICCED-Pratt Institute de Nova York, autoria de projetos que montam mais de 2.000 unidades residenciais e co-autoria em projetos de reurbanização das marginais dos rios da capital paulista. 
A escolha do local do Neo não se deu por acaso. Situado em uma área geográfica central – entre as praias de mar aberto da Joaquina e do Campeche no leste da ilha de Santa Catarina -, o Novo Campeche é um bairro planejado, cercado por áreas de preservação ambiental, que atrai um público de alto poder aquisitivo e sensível à questão do desenvolvimento sustentável.  


Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL