30 de nov de 2010

Balneário Camboriú atrai empreendimentos de luxo e se assemelha a Mônaco


Cidade pequena, abençoada com belas praias, que atrai turistas do mundo todo. Possui marinas espalhadas pela orla, economia baseada no turismo de luxo e na construção civil. Olhando para essas características, poderíamos descrever tanto o principado de Mônaco quanto Balneário Camboriú. E essas semelhanças não param de aumentar com a construção e ampliação de diversas marinas e investimentos no turismo náutico. Semelhança, aliás, já levantada pela imprensa estadual há mais de quatro anos.


A “Mônaco brasileira” vem sendo moldada há alguns anos, com investimentos públicos em infra-estrutura e privados em obras sofisticadas, com objetivos bem específicos de tornar a cidade em um lugar requintado. Com incentivos fiscais estaduais e a fama do município, Balneário Camboriú torna-se um atraente local para investimento. Além da boa localização, o glamour de associar uma marca com um dos mais famosos balneários do Brasil é fator importante na hora de uma empresa decidir onde se instalar.

Com esse foco que o município vem ganhando, Santa Catarina também cresce. O Estado possui mais de 30 marinas e píeres, 17 oficinas especializadas no setor náutico e 15 estaleiros que constroem barcos e lanchas dos mais variados portes, segundo dados da Associação Catarinense de Marina, Garagens Náuticas e Afins (Acatmar).

Além dos empreendimentos, a cidade sediou pela primeira vez uma das etapas do Campeonato Brasileiro de Motonáutica, a Fórmula 1 dos mares. Com isso, o setor começa a movimentar o turismo durante o ano inteiro, não somente no verão. Com esse constante fluxo de visitantes, a economia se fortalece, propiciando mais investimentos públicos em obras de infra-estrutura.

O setor náutico movimenta, segundo dados da Associação Brasileira dos Construtores de Barcos e seus Implementos (Acobar), mais de US$ 400 milhões por ano no país. E o Estado quer ser líder desse ramo. Santa Catarina já é o segundo maior do país no quesito estaleiros e o maior produtor nacional de lanchas maiores de 30 pés (cerca de 9m).

Fonte: segs.com.br
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL