12 de dez de 2010

Dicas para comprar um televisor novo

Na hora de trocar de aparelho, é importante prestar atenção em alguns detalhes como tecnologia empregada, modelo e tamanho para encontrar a melhor TV para sua sala.
Para ver o vídeo desta matéria click AQUI

Links:






 "Qual o tamanho?"

Na hora de adquirir um televisor novo, essa é a primeira pergunta que você precisa responder. Pode acreditar: assistir a uma TV de 60 polegadas em um quartinho pequeno pode ser bem desagradável, assim como não é nada legal uma TV pequena em uma sala muito grande.

A matemática para calcular a distância ideal para a TV que você está comprando é simples: o ideal é que o aparelho fique a uma distância mínima equivalente a uma vez e meia (1,5x) o tamanho da diagonal da tela e máxima de duas vezes e meia (2,5x) essa mesma medida. Ou seja, usando como exemplo uma TV de 32 polegadas, cerca de 80 centímetros, a distância ideal para assistir esta TV é entre um metro e vinte (1,20m) e dois metros (2,00m).

Plasma, LCD ou LED?

As TVs de plasma foram as primeiras que surgiram no mercado de televisores mais finos e de alta resolução. Normalmente elas são maiores – a partir de 50 polegadas. Esses aparelhos são indicados para ambientes mais escuros, graças à fidelidade de cores e maior contraste, o que é excelente para quem é fã de cinema. Em comparação ao LCD, o brilho é menor, mas o contraste, muito melhor.

Atualmente o LCD é a tecnologia dominante do mercado. Por serem mais brilhantes, as TVs de LCD são mais indicadas para ambientes claros. A tecnologia é a mesma usada nos monitores de computador, porém aperfeiçoada para dar mais contraste e brilho. 

Os televisores mais modernos no mercado são os modelos de LED. Essas TVs são, basicamente, se constituem basicamente de uma tela LCD iluminada por por LEDs atrás. Essa nova tecnologia permite fabricar televisores mais finos, para modelos com até 55 polegadas, há TVs com até 3 centímetros de espessura.

A tecnologia das TVs de LED também é responsável por um contraste maior que o Plasma e brilho ainda maior que o LCD. Isso, além de consumir apenas 40% da energia requerida pelos outros modelos de LCD, por exemplo. O problema das TV’s de LED ainda é o preço, ele já caiu bastante desde o lançamento, mas os aparelhos ainda são um pouco mais caros que os LCDs tradicionais.

3D?

Nas lojas, você provavelmente vai ver exemplos de TVs 3D. Mas, essa nova tecnologia ainda merece bastante reflexão antes da compra. Primeiro, existe pouco material disponível em três dimensões e, além disso, o preço ainda é alto: uma TV 3D de 42 polegadas, por exemplo, não sai por menos de R$ 5mil. Isso sem contar que a maioria delas só vem com um óculos 3D e para mais gente poder se divertir com você em terceira dimensão, é necessário um investimento ainda maior.

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL