31 de jan de 2012

Estudo: trabalhar demais duplica as chances de se ter depressão

Quem trabalha 11 horas ou mais por dia tem cerca de duas vezes mais chances de desenvolver características depressivas.

Se você estava tentando arranjar uma desculpa para sair de férias ou simplesmente quer diminuir sua carga de trabalho, agora pode usar a ciência a seu favor. Um novo estudo revela que trabalhar demais pode aumentar o risco de uma pessoa se tornar deprimida, independentemente do quão estressante é o trabalho.

De acordo com a CNN, a pesquisa acompanhou 2.123 funcionários públicos britânicos durante seis anos, e constatou que aqueles que trabalhavam pelo menos 11 horas por dia em um escritório tinham cerca de duas vezes mais chances de desenvolver depressão do que aqueles que trabalham sete ou oito horas diárias. Para chegar ao resultado, foram levados em conta fatores como a tensão no trabalho, nível de apoio no local, uso de álcool, tabagismo e doenças físicas crônicas. Após a análise de tais itens, a ligação entre longas jornadas de trabalho à depressão permaneceu a mesma.

Para os doutores Bryan Bruno, do Hospital Lenox Hill, em Nova York, e Alan Gelenberg, do departamento de psquiatria da Universidade da Pensilvânia (Estados Unidos), pessoas mais sobrecarregadas no ambiente profissional parecem mais propensas à depressão do que empregados em cargos superiores.

A duração da jornada não teve um impacto considerável sobre a saúde mental dos funcionários mais bem pagos e de nível superior, como secretários de gabinete, diretores, líderes de equipe e gestores de políticas. Isso porque, provavelmente, eles têm um controle maior sobre o que fazem, e muitas vezes possuem mais escolhas.

"Nós [de cargos superiores] temos mais controle sobre o que, como e quanto queremos trabalhar. Eu, por exemplo, escolho as coisas que quero fazer", declarou Gelenberg, que não participou do estudo.

Para quem está em níveis inferiores na escala de trabalho, os pesquisadores dizem que longas horas de jornada podem contribuir para a depressão de várias maneiras, criando conflitos familiares ou de relacionamento, por exemplo, ou elevando os níveis de estresse. Além disso, insegurança no trabalho e privação de sono também podem ajudar a explicar o aumento do risco de depressão.

Fonte: olhardigital.uol.com.br
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL