20 de jan de 2012

Fique por dentro da linguagem dos nativos de Florianópolis

Tarrafinha, da CBN Diário, explica um pouco do jeito mané de falar.
— Ixi, bocó, só me falta essa lestada isteporá nossa fextênha!
Se você não entendeu a frase, imagine ela saindo da boca de um mané. O que você pensa ser mandarim, creole, latim ou qualquer idioma de difícil compreensão, nada mais é do que a linguagem dos nativos da Ilha de Santa Catarina. 

No caso da frase, um mané fala para um bocó (otário) que só falta o vento leste estragar a festinha. Quando mais perto do mar e dos barcos de pesca você estiver, mais ficará se perguntando o que alguns nativos estão dizendo. 

Mas calma, turista! Convocamos um "especialista" para ajudá-lo a decodificar o vocabulário manezês. Tarrafinha é um personagem criado pelo ator, humorista e locutor das rádios Itapema FM e CBN/Diário, Edson Nunes. Diariamente vão ao ar — pela CBN — comentários e programetes do mané. Corneta do Tarrafinha aborda assuntos do cotidiano. Frases da Jornada entra após o futebol, ressaltando gafes da equipe no ar.

— O Tarrafinha é uma imitação do homem beira-mar, do pescador — resume o manezinho.

Nascido e criado na Ilha, Edson não teve dificuldade em descobrir palavras novas toda a vez que ia à praia ou corria a Via Sacra (significado: andar na vizinhança para fofocar). O personagem nasceu após o locutor perguntar a um pescador da Barra da Lagoa quanto custava o peixe e não conseguir entender a resposta. Ele soube "depôsh" (do português "depois") que "quacuquilo"queria dizer "quatro cruzeiros o quilo". 

— Para entender o personagem tive que urbanizá-lo, caso contrário, ninguém jamais conseguiria saber do que ele está falando — esclarece. 

Além do Tarrafa, Edson criou outros sete personagens. Todos são manés, como o Professor Atojão, Varduri do Táxi, João do Bagulhinho e Mário do Armário. No ar, entre um "vento súli" (vento sul) e um "não istorva" (não atrapalha), o locutor contracena com ele mesmo. 

Sempre é possível aprender com o Tarrafinha. Se, num diálogo com os nativos, rolar algum "tolaço", "abobado" e "istepô", você saberá que está sendo xingado. 


Vai lhá, mandrião! Responde ao quiz e veja se táx compreendendo:
1. Ajojado
a) Ajeitado, arrumado
b) Bobo em excesso
c) Que luta contra a vinda de turistas para a Ilha
d) Quieto, com preguiça

2. Bucica
a) Boca pequena
b) Órgão sexual feminino
c) Vira-lata
d) Coisinha qualquer

3. Dijaoge
a) Ainda há pouco
b) Dia de hoje
c) Pronúncia para a música Dig Dig Joy, de Sandy e Júnior
d) Chamar o amigo Jorge, que é estrangeiro

4. Entanguido
a) Agoniado
b) Que saiu pela tangente
c) Magrelo, abatido
d) Comprador compulsivo de tanga 

5. Escangalhado
a) Desarrumado
b) Banhista enrolado até o pescoço em uma canga
c) Pessoa que não conseguiu chegar até o banheiro
d) Que morreu de rir

6. Isteporado
a) Sujeito que gastou toda a espora
b) Estragado, arruinado
c) Que já usou o estepe do carro
d) Destemperado

7. O-lhó-lhó!
a) Expressão de admiração ou sarcasmo
b) Olha lá, ó!
c) Barulho feito pelo motor do barco
d) Alho-poró

8. Axderêtia
a) Pessoa que sofre de anorexia
b) Ser acertado por um tapa da "retia", no caso, orelha
c) Dobrar à direita
d) Dobrar à esquerda

Respostas: 1. (d) 2. (c) 3. (a) 4. (c) 5. (a) 6. (b) 7. (a) 8. (c)

Confira o Tarrafinha dando as respostas do quiz
Se liga, môquirido

Ouça expressões manés e tente repetir
Acarquetar: apertar, empurrar.
A pinta da mãe tá arrombada: expressão utilizada para xingar e ofender a mãe alheia.
Bestunto: pessoa estúpida, com cabeça de pouco alcance.
Bispá: vigiar, prestar atenção.
Cagalumes: vaga-lumes.
Casa de instantinho: motel.
De sóli parido a sóli murrido: durante todo o dia.
Fazer biscoito pra viagem: diz-se quando uma pessoa está muito doente, quase morta.
Ixtepô: tolo, abobado, manzanza.
Mandrião: pessoa preguiçosa, malandra.
Mobília nova: dentadura.
Não istrova: não atrapalha, não complica.
Toró: temporal, chuvarada.
Viajar sem chapéu: morrer.
Visse?: não falei? Eu não estava certo? Pode também equivaler a "percebeu?", "viu"? após algo que acabou de acontecer.
Xuxca: mexer, cutucar.
Zangarejo: equipamento utilizado para pescar lulas, formado por diversos anzóis sem barbelas. O mesmo que zangarilho.

Se lerex, váx dá um banho
Dicionário da Ilha: Falas e Falares da Ilha de Santa Catarina, de Fernando Alexandre com ilustrações de Andréa Ramos. Editora Cobra Coralina

Dicionário de Regionalismos da Ilha de Santa Catarina. De Ilson Wilmar Rodrigues. Editora Lunardelli.

fonte: clickrbs.com.br
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL