1 de fev de 2012

Hackers agem pela 3ª vez e atacam site do BB

O Banco do Brasil é o novo alvo dos ataques de hackers brasileiros. Depois do Itaú e Bradesco nos últimos dois dias, hoje é vez da página do BB apresentar instabilidade, dificuldade de acesso pelos clientes e lentidão na transmissão de dados. Os problemas acontecem há quase duas horas. Segundo a assessoria de imprensa do banco, até agora foram registrados dois picos de acessos desde 10 horas da manhã, com forte aumento do número de computadores que tentam abrir a página da instituição, o que gera os problemas. O BB diz, porém, que a página não saiu do ar, apenas apresenta lentidão.

Por volta das 10h30, o grupo que organiza os ataques - que se denomina Anti-Security Brazilian Team - informou na internet que o ataque à página do BB havia sido bem sucedido. "#OpWeeksPayment - ATENÇÃO MARUJOS: Alvo atingido! O@BancodoBrasil está à deriva! TANGO DOWN!", comemoraram via twitter. "Tango Down" é uma expressão que deriva do inglês "target down" (alvo caído em português), usada pelos hackers para dizer que um alvo foi eliminado.

A estratégia para a invasão é conhecida como "negação de serviço". Nele, são organizados milhares de acessos simultâneos de diversos computadores espalhados pelo mundo - alguns acessos, inclusive, falsos - para um único servidor. Com a demanda muito acima do normal, a página da empresa fica indisponível ou lenta. Para as vítimas, esse tipo de ataque é difícil de contornar porque, para evitá-lo, seria necessário tirar a página do ar ou reforçar demasiadamente a capacidade de acesso por pouco tempo.

A meta dos hackers é invadir um site de banco por dia nesta semana. Na quinta-feira é a Caixa e na sexta o Santander, de acordo com as redes sociais. Em conversa com a imprensa, o presidente do Santander, Marcial Portela, disse, ontem, que o banco vem monitorando e reforçando seu site desde a semana passada, por conta das ameaças de ataques. O grupo diz que os ataques da chamada "OpWeeksPayment" - algo como "operação semana de pagamento de salários - tem como objetivo alertar a população brasileira sobre a injustiça e a corrupção no País.
Fonte: Diário do Grande ABC / Agência o Estado


Controverso
No Facebook, a página Plano Anonymous Brasil - também atribuída ao grupo hacker - nega que os ataques desta semana tenham relação com o coletivo de ciberativistas. "Anonymous não tem como alvo a sociedade, os prejudicados por esta ação são única e exclusivamente os cidadãos", diz a mensagem publicada por volta das 14h30 desta terça-feira. Segundo o texto, a operação seria obra dos hackers do "@AntisecBrTeam, @iPiratesGroup e a @Lulzsecbrazil, grupos estes, que se declararam contra o Anonymous abertamente, e estão executando essa ação como tentativa de desmoralizar o coletivo". A nota termina pedindo para que as pessoas que não concordam com o ataque compartilhem o post.



Fonte: Terra Tecnologia
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL