16 de nov de 2010

Enem será reaplicado aos candidatos que receberam cadernos com erro

Ministro não descarta possibilidade de que outros estudantes possam participar da nova aplicação.


O Ministério da Educação (MEC) vai aplicar um novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aos candidatos que receberam os cadernos de prova amarelos com erros. No primeiro dia do exame, 21 mil cadernos amarelos apresentaram erro de montagem e não continham todas as 90 questões.
Porém, o ministro da Educação, Fernando Haddad, não afasta a possibilidade de que outros estudantes, além dos que receberam o material defeituoso, possam participar da nova aplicação. Segundo Haddad, é possível que alunos prejudicados por outros problemas possam ter direito a refazer o Enem.
O levantamento está sendo feito pelo consórcio responsável pela aplicação, a partir das atas das mais de 100 mil salas de prova. Esse documento é usado pelos fiscais para relatar qualquer problema que tenha ocorrido durante a aplicação.
“Vamos fazer a apuração mais precisa possível para que o direito dos estudantes esteja assegurado. Os consórcios não estão afastando nenhuma possibilidade e registrando todas as ocorrências para fazer um levantamento rigoroso. A orientação é que todas as atas passem por um pente fino”, disse Haddad nesta terça-feira (16), após audiência no Senado sobre as falhas ocorridas no Enem.
Segundo a Agência Brasil, Haddad disse ainda que não é possível reaplicar o Enem a todos os estudantes que se sentiram prejudicados, mas apenas quando for um caso “objetivo”. “Não é possível porque fere o edital. Tenho que apurar objetivamente, essa é uma recomendação da própria AGU [Advocacia-Geral da União], senão seria um novo exame e não se trata disso. Trata-se de uma convocação direcionada para quem foi prejudicado”, afirmou.
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL