4 de nov de 2010

'HDssauros' externos armazenam até 2 terabytes de dados; veja testes

SÉRGIO VINÍCIUS || Para o UOL Tecnologia
UOL Tecnologia testou 4 modelos de HD externo de até 2 TB: dois da LaCie e um da Samsung

Dois terabytes (2 TB) são aproximadamente 2.000.000.000.000 bytes. Em linguagem de gente, 2 TB equivalem a 2 mil cópias de quase qualquer filme (duas exceções são “Titanic” e “Avatar”, que não acabam nunca) ou 250 mil arquivos sonoros em MP3 (exceção feita às músicas do Pink Floyd e aos discursos de Fidel Castro, por razões óbvias). Pode parecer muita coisa para os dias de hoje - e é mesmo. Mas modelos com essa capacidade já estão disponíveis no mercado brasileiro e foram testados pelo UOL Tecnologia.
Com a crescente demanda por informação, com a produção em massa de conteúdo digital por quase qualquer pessoa (com a longevidade de Fidel e com a aparente não preocupação de James Cameron em se aposentar), em breve você precisará de mais espaço. Para isso, uma opção são esses mastodônticos HDs com capacidade de até 2 TB que, entre outras alternativas, poderão armazenar todos os seus arquivos digitais (incluindo a discografia do Pink Floyd).
Para avaliar como está a oferta dos HDssauros externos  (com capacidade entre 1,5 TB e 2 TB), o UOL Tecnologiatestou quatro modelos disponíveis no Brasil: os Lacies 2big network, 4big quadra e grand, e o Samsung Story Station.
O 2big network, de 2 TB, mostrou-se um modelo voltado para conteúdo multimídia, podendo rodar diretamente música e vídeos por streaming. Um de seus pontos negativos é seu tamanho agigantado, o que não o torna muito portátil. Esse problema é compartilhado pelo 4big quadra, de 2TB, que parece um tijolo baiano e pesa o equivalente a vários deles (tem mais de 4 quilos). Entretanto, o 4big quadra é o mais profissional dos HDs avaliados, mantendo a performance em longas transferências e sendo compatível com USB 2.0, FireWire 400, FireWire 800 e eSata 3Gbits.
O HD grand, de 2 TB, é compacto e cumpridor, assim como o Story Station, que tem “somente” 1,5 TB (1,5 mil versões do Cidadão Kane ou 750 de “Avatar”). Ambos são destinados a usuários de máquinas portáteis, como notebooks. Quadradinhos e simples, são, infelizmente, alimentados via tomada (seria mais interessante versões USB. Entretanto, para rodar 2 discos de 1 TB é necessário muita alimentação). Sem grandes inovações ou diferenciais, tanto o grand como o Story Station realizam as transferências via USB e são silenciosos.






Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL