19 de jan de 2012

Fernandes faz juras de amor ao Figueirense, mas 2012 deve ser o último

Ídolo, que foi o mais festejado na apresentação do grupo no Scarpelli, deve se aposentar.

Mais uma vez, como era de se esperar, o ídolo Fernandes foi o jogador mais festejado pelos torcedores do Figueirense. Ontem na apresentaçao oficial do grupo do Alvinegro para a temporada 2012, no Orlando Scarpelli, o meia teve o seu nome gritado pelos presentes nas arquibancadas. Fernandes renovou contrato com o clube por mais uma temporada e fez a alegria dos fãs. Porém, o ídolo confessou também que esse deve ser mesmo o último ano de sua carreira.

A relação de carinho com o torcedor sempre foi o principal combustível para Fernandes. O meia de 33 anos é o maior artilheiro da história do Figueira e espera viver intensamente o ano de 2012, que deve ser o útlimo de sua carreira.

— É uma alegria estar recebendo esse carinho, esse apoio. O que eu posso fazer é jogar com muito amor, como sempre fiz dentro do clube. Que esse ano de 2012 possa entrar na minha história pessoal. No final do ano possa estar realizando alguns objetivos e eu vou viver cada momento com muito amor e muita intensidade. Esses momentos que recebo com carinho, esse calor da torcida é o que me motiva, o que me dá mais gana ainda de estar vestindo essa camisa para em 2012 entrar para a história definitiva do Figueirense — contou.

Mesmo no final de sua carreira o jogador vive intensamente os dias no futebol. Ontem ao ser chamado para ser apresentado aos torcedores, Fernandes confessou sentir um "friozinho na barriga". - Ali no momento antes de ser chamado é como se entrasse num clássico. O momento que você entra e vê a galera gritando seu nome, gritando Figueirense, é semppre uma emoção diferente, mas pena que está acabando — confessou.

Em seguida, o meia revelou que 2012 se encaminha para ser o útlimo como jogador de futebo.

— Estou na reta final da minha carreira, talvez possa ser meu último ano no futebol, mas eu vou estar muito feliz, vou viver com intensidade e espero ainda em 2012 proporcionar alegrias a torcida do Figueirense, um clube que amo de coração e que vai estar gurdado para o resto da minha vida — disse fazendo juras de amor ao clube alvinegro.

Outros pontos, além da relação com a torcida e a aposentadoria, foram abordados por Fernandes na entrevista coletiva. O falecimento da mãe e também a renovação de contrato. Fatores que pesaram nas decisões do meia.

— Eu não disse ainda muita coisa a respeito disso (renovação). Aconteceram muitas coisas na minha vida profissional e pessoal. A morte da minha mãe, por exemplo, me fez repensar. Depois do que aconteceu durante a minha renovação, até um pouco tardia, de apenas de um ano, me fez realmente repensar algumas coisas e o que eu posso dizer para vocês é que que vou viver intensamente esse 2012 — falou.

Resta ao torcedor do Figueirense aproveitar os últimos dias de Fernandes com a camisa do Alvinegro.

fonte:clickrbs.com.br

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL