9 de jan de 2012

Lula chega a hospital de SP para mais uma sessão de radioterapia

Ex-presidente fará tratamento por cerca de seis semanas. Radioterapia faz parte da segunda fase do combate a câncer na laringe.

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva chegou às 10h35 desta segunda-feira (9) ao Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para a quarta sessão de radioterapia, na segunda fase de tratamento contra um câncer de laringe. O novo tratamento começou na última quarta-feira (4), e deve durar cerca de seis semanas. No período, Lula irá ao hospital de segunda a sexta para receber a radiação.

Segundo a assessoria de imprensa do ex-presidente, após as sessões de radioterapia Lula passa pela avaliação de um fonoaudiólogo e um dentista, para avaliar possíveis efeitos colaterais. Ele também deve tomar soro. Na próxima quarta-feira, está prevista uma nova sessão de quimioterapia complementar. 

Na semana passada, Lula recebeu a visita do deputado federal Paulo Teixeira (PT) – que disse que o ex-presidente estava “entusiasmado com o tratamento”, do ministro da Educação e pré-candidato do PT às eleições municipais em São Paulo, Fernando Haddad, e do prefeito da capital paulista, Gilberto Kassab.
O presidente do Instituto Cidadania, Paulo Okamoto, tem acompanhado Lula nas sessões de quimioterapia e disse na semana passada que o ex-presidente estava reagindo bem ao tratamento. Okamoto afirmou que Lula não tem compromissos públicos agendados para o período do tratamento, mas disse que é provável que ele desfile pela escola de samba Gaviões da Fiel no carnaval de São Paulo – ele será homenageado este ano.



Tratamento
A radioterapia é ainda combinada por uma quimioterapia complementar. O procedimento visa potencializar os efeitos da radioterapia e os medicamentos são diferentes dos aplicados no ex-presidente nos ciclos realizados no ano passado. Não são necessariamente mais fracos.
Boletim médico divulgado pelo hospital na última quarta-feira informa que o ex-presidente deverá se submeter à radiação diariamente, de segunda a sexta-feira. Essa nova fase, para eliminação do tumor, deverá durar até seis semanas. Desde o início do tratamento, os médicos descartaram a possibilidade de cirurgia.
No último dia 13 de dezembro, Lula realizou a última das três sessões de quimioterapia, primeira etapa do tratamento. Após os primeiros exames, a equipe médica informou que o tumor na laringe, diagnosticado em outubro, havia sofrido uma redução de tamanho de 75%.

Fonte: G1.com.br
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL