3 de fev de 2012

Governo estuda hipótese de rever acordo automotivo com o México

Firmado em 2002, acordo permite importações de automóveis e componentes.
O governo do Brasil estuda a possibilidade de rever e até suspender o acordo automotivo com o México. Ainda não há uma definição sobre o assunto. Firmado em 2002, o acordo permite as importações de automóveis, peças e partes de veículos do México. Uma das ideias é evitar a imposição de tarifas de importação para as compras mexicanas até 2013.

Porém, os detalhes das negociações não foram divulgados. A secretária de Comércio Exterior (Secex), Tatiana Lacerda Prazeres, apenas confirmou as articulações em curso.

— [O assunto] está em discussão no governo — disse, sem detalhar a proposta em discussão.

Pelos dados preliminares do governo, nos primeiros anos de acordo, o Brasil registrou saldo positivo no comércio de automóveis com o México. Mas nos últimos anos, o resultado passou a registrar dados negativos. Dos países do Mercosul, o Brasil é o principal importador do México.

De acordo com os negociadores, não há consenso por enquanto sobre o assunto. Setores do governo defendem a interrupção do acordo com o México. Autoridades mexicanas sinalizaram interesse em renegociar os termos do acordo em vigência.

Fonte: diariocatarinense.clicrbs.com.br
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL