10 de fev de 2012

Produtora americana vai lançar filme catarinense The Heartbreaker mesmo após disputa judicial

O filme que foi rodado em Santa Catarina e dirigido por Roberto Carminati recebeu R$ 1,2 milhão de reais do Funturismo.


A produtora americana Sunshine Entertainment lança na próxima terça-feira o filmeThe Heartbreaker — O Arrasa Corações exclusivamente para internet, smartphones, iPhones e tablets. O filme que foi rodado em Santa Catarina e dirigido por Roberto Carminati recebeu R$ 1,2 milhão de reais do Governo do Estado pelo Funturismo e não tem previsão de chegar às telas. Até hoje, o filme foi exibido apenas no auditório de um colégio em Criciúma no ano passado.

A verba pública fora liberada pensando em fazer da peça uma ferramenta de marketing para divulgar SC no exterior. The Heartbreaker é alvo de uma longa disputa que já dura três anos entre a empresa americana Sunshine Entertainment e a Influência Filmes do diretor catarinense Roberto Carminati. Ambos reclamam a propriedade do filme. As duas empresas firmaram uma parceria para produção e distribuição da peça no Brasil e nos Estados Unidos. Só que durante a realização do filme a parceria entre o catarinense e a empresa americana ruiu por conta de um desacerto envolvendo verbas para o pagamento do trabalho.

The Heartbreaker é uma comédia romântica e trata o amor com humor. O filme é protagonizado por Giovanna Antonelli que contracena com o ator americano Todd Rotondi. The Heartbreaker ou O Arrasador de Corações tem roteiro de Alec Award e a produção executiva de Francisco Das Chagas e Bruce H. Lipnick proprietários da produtora cinematográfica localizada na cidade de Nova York. Carminati não está nos crédito da versão americana.

Cronologia da polêmica

Junho de 2007 — Roberto Carminati e Francisco das Chagas assinam contrato para começar a produção do filme The Heartbraker. O prazo de entrega era no final de 2008.

Março de 2008 — Carminati anuncia que vai rodar o filme em Florianópolis, Joinville e Criciúma, em abril e maio.

Dezembro de 2008 — Prazo para entrega do filme. Sunshine refaz o contrato pois entende que algumas cláusulas não foram cumpridas e anula versão de 2007. O vice- presidente executivo da Sunshine Entertainment, Francisco das Chagas, rompe publicamente com Carminati alegando atraso na entrega do filme The Heartbreaker.

Agosto de 2009 — O Estado libera uma parcela final de R$ 220 mil para o diretor e a produtora, mediante garantia de que o filme seria concluído.

Dezembro de 2009 — Carminati entrega uma cópia do filme à Sunshine, com um ano de atraso, segundo a produtora norte- americana.

Setembro de 2010 — A produtora critica a qualidade do material concluído pelo diretor.

Dezembro de 1010 — Carminati entrega prestação de contas, que foi aprovada pela secretaria de Turismo, Cultura e esporte.

Dezembro de 2010 — O ex- secretário Valdir Walendovski encaminha documento à redação do DC afirmando que a prestação de contas estava aprovada com uma ressalva.

Janeiro de 2011 — Carminati afirma que vai lançar o filme depois do Carnaval, mas, até ontem, a data não estava definida.

Março de 2011 — Secretário Cesar Souza Junior pede para rever prestação de contas e encaminhar o documento para o TCE e MP.

Abril de 2011 — Justiça impede empresa americana de lançar o filme

Fonte: diariocatarinense.clicrbs.com.br
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL