23 de mar de 2010

Por Que Vivo Fazendo Dieta E Não Emagreço?

Autor: Thaís Navarro Caldeira

Alguns pacientes chegam ao consultório, relatando que vivem de dieta durante muitos anos e não conseguem emagrecer.
Normalmente essas pessoas seguem uma dieta sem o acompanhamento de um profissional qualificado e na maioria das vezes são dietas muito restritivas e baixas em calorias, o que leva o organismo a trabalhar de maneira forçada, diminuindo o metabolismo.
Algumas pessoas relacionam a palavra dieta, com passar fome.Uma dieta balanceada preza por uma alimentação equilibrada e completa, sem que a pessoa precise passar fome.Quando ingerimos uma quantidade muito menor de calorias do que nosso corpo necessita, nosso metabolismo se torna preguiçoso, queimando menos gordura, principalmente depois de uma dieta radical feita por um período longo, onde o que ocorre, é uma perda muita grande de massa magra (músculos), e isso engorda mesmo, afinal quanto maior massa magra, maior a queima de calorias.
As dietas muito restritivas, ou seja, com calorias muito reduzidas, pode levar o paciente a emagrecer bastante em pouco espaço de tempo, porém em contraposição leva o paciente a recuperar o peso eliminado assim que voltar a se alimentar normalmente, gerando o efeito sanfona, além de levar a perda de nutrientes importantes para as funções do organismo.Em qualquer dieta, o sucesso dependerá de uma combinação equilibrada entre as suas preferências, poder de compras, necessidades nutricionais e restrições caso haja alguma doença envolvida.
Precisamos seguir algumas regras para ativar o nosso metabolismo.
Devemos iniciar com uma mastigação adequada, mastigando devagar, triturando bem os alimentos, aproveitamos todos os nutrientes necessários e temos uma maior sensação de saciedade com uma menor ingestão de calorias. Outro fator muito importante de uma dieta de sucesso é o fracionamento, é importante nos alimentar de 5 a 6 vezes ao dia dividido em desjejum, almoço, jantar, com lanches intercalados no período da manhã e da tarde procurando se alimentar de 3 em 3 horas;Não podemos nunca nos esquecer da ingestão de água, que também é um item muito importante para uma boa qualidade de vida, devemos ingerir em média 8 copos por dia, e nunca junto as refeições;
Atividade física ajuda bastante na queima de calorias e na melhoria da qualidade de vida;Devemos sempre limitar a ingestão de doces, açúcares, gorduras e refrigerantes.Ingerir frutas e verduras diariamente e dar preferência para os alimentos integrais.
Não existem dietas milagrosas, e medicamentos algumas vezes auxiliam no emagrecimento, mas também podem trazer efeitos colaterais e nos torna dependentes deles para nos mantermos magros.
É muito importante procurar a orientações de um profissional qualificado, para diagnosticar os verdadeiros problemas que atrapalhem o emagrecimento, auxiliando a sua reeducação alimentar, que lhe tornará magro e saudável para a vida toda.



Perfil do AutorThaís Navarro Caldeira é Nutricionista graduada pela Universidade Paulista. Presta serviços de Atendimento Nutricional e Consultoria de Controle de Qualidade para empresas alimentícias. Escreve semanalmente para o Portal Cidade Saudável. E-mail: nutricionista@cidadesaudavel.com.br
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL