11 de mai de 2010

Prostituta do escândalo na França escreve carta a técnico da seleção

Pivô de um escândalo sexual que compromete a carreira dos jogadores Franck Ribéry, Karim Benzema e Sidney Govou, Zahia Dehar teria escrito uma carta ao técnico Raymond Domenech pedindo para que ele não leve em conta o caso ao anunciar a lista de convocados para a Copa do Mundo.
Em uma carta obtida pela revistaL'Express e publicada nesta terça-feira, Zahia pede para que o treinador “respeite os juízes e advogados sobre o que chamam de presunção de inocência” e que não leve em conta, no momento de sua escolha, de que aconteceu algo entre os atletas e ela.
Quando ainda era menor de idade, Zahia teria tido relações sexuais com os jogadores, mas alegou que o trio não sabia qual era a sua idade. Govou e Ribéry já foram ouvidos como testemunhas e o caso segue em investigação, mas nenhuma acusação foi feita até agora.
A prostituição é legal na França, mas as prostitutas devem ser maiores de idade. Os clientes assumem a responsabilidade civil caso as garotas não tenham mais de 18 anos. "Eu fiquei sabendo pela imprensa que a publicação das declarações que fiz para a polícia poderia resultar na ausência de alguns jogadores do time de futebol da França. Este atordoa e me entristece", lamentou.
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL