16 de jan de 2012

Kyocera lança telefone sem alto-falantes

A Kyocera apresentou uma proposta ousada na CES 2012, em Las Vegas. Montada em um protótipo desenvolvido em parceria com a KDDI Labs, a ideia é que o telefone não use microfones e alto-falantes. Assim, ele poderá ser utilizado em ambientes com muito barulho, como fábricas e siderurgias, onde normalmente não é possível conversar com outras pessoas pelo telefone.



A ideia parece confusa, mas ele possui um método para capturar o que você quer dizer (e escutar) em uma conversa: sem microfone, o telefone faz uso de um minúsculo chip de 0.6 mm, capa de detectar pela vibração dos ossos do seu rosto o que está sendo dito. Reconhecendo as pequenas vibrações, ele transmite o áudio para o seu interlocutor.

Para escutar a conversa, a ideia é ainda mais estranha. Um telefone convencional leva o áudio para um alto-falante, e assim para fones de ouvido. Esse protótipo, no entanto, faz com que esse som vá direto para a parte traseira do telefone, fazendo o mesmo vibrar. Essa vibração será imperceptível ao usuário, mas será suficiente para transmitir o som para dentro da sua cabeça e tímpanos, dando a sensação de que o som vem de um alto-falante, mas diretamente para o usuário.

Graças a essa tecnologia, é possível usar o telefone mesmo quando alguém estiver utilizando um protetor de ruído externo, encontrado em ambientes industriais, que ajudam a preservar a audição do trabalhador.

Como ele funciona todo por este método de detecção, o telefone precisa estar em contato direto com você durante a chamada o tempo inteiro - e você não terá um telefone com um "viva-voz virtual" (mesmo porque os "fones de ouvido", nesse caso, é você mesmo). A vantagem é que além de ouvir as chamadas em locais onde normalmente é impossível ter uma conversa, essa comunicação se torna bastante privada.

Uma das situações simuladas durante a demonstração do protótipo mostra um uso trivial: mesmo se você estiver ouvindo uma música com fones de ouvido, é possível ouvir claramente a outra pessoa da chamada. Normalmente somos obrigados a interromper a reprodução musical para uma conversação de qualidade.

O telefone ainda está em desenvolvimento, mas já é considerada uma proposta promissora. Resta saber se os deficientes auditivos terão o mesmo benefício. A Kyocera deve responder essa questão em breve, com o avanço nas pesquisas de futuras funcionalidades do produto.




Fonte: www.techtudo.com.br
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL