28 de mai de 2010

O mar não respeita limites.


A população da praia da armação está sofrendo com o avanço do mar, que está destruindo residências em toda a extensão da praia.
A prefeitura juntamente com os órgãos responsáveis está trabalhando em um muro de contenção que deverá conter o avanço do mar sobre as construções que ainda resistem.
Mas eu concordo com alguns moradores antigos com quem conversei, de que este muro de pedras só vai agravar a situação em longo prazo, pois no norte e nordeste do Brasil também tem cidades sofrendo com o avanço das águas e os muros de contenção construídos não serviram de nada, pois com o tempo a água vai soterrando eles e fazendo com que o problema não só se agrave na área atual, mas também expande o problema para outras partes ainda não atingidas, pois se ninguém notou “A ÁGUA SEMPRE ACHA UM CAMINHO”.
Mas quem é o culpado por tal acontecimento? Se for possível culpar alguém!
Acredito que os culpados de certa maneira somos nós mesmos cidadãos irresponsáveis que desrespeitamos a natureza constantemente, e só acusamos os outros. Construímos nossas casas em zonas de risco, em áreas que deveriam ser preservadas constantemente, entre outros desrespeitos mais comuns que nem vale à pena citar.
Separei alguns links sobre o que falam de acontecimentos também no norte e nordeste de nosso país, mas se pesquisar no Google será possível ver que isso acontece no mundo todo.

Casa do litoral Pernambucano.
“Nós fizemos muro de contenção, gastamos muito dinheiro com pedras, com a máquina para aterrar, mas, infelizmente a maré veio, quebrou dentro, levou tudo", lamenta a comerciante Maria das Graças. 













Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL