29 de mai de 2010

Os e-books vieram para ficar. Ganha quem pensar no design com a melhor relação estilo-funcionalidade.

Apesar do que os mais conservadores possam dizer, cada vez mais pessoas aderem aos e-books readers, aparelhos que projetam imagem virtuais das páginas de livros, revistas e praticamente qualquer coisa que possa ser publicada no meio digital.
É fato que os e-books não exigem corte de árvores para fabricação do papel, são mais fáceis de transportar e mais ágeis para fazer consultas. No caso de jornais, por exemplo, somente o custo de impressão das edições físicas já compensaria em bem pouco tempo uma passagem para a versão virtual. Sem contar que no mesmo dispositivo dá para ler vários outros periódicos.
O eRoll, por exemplo, foi desenhado por Dragan Trencevski, estudante de Design Industrial na Faculdade de Engenharia Mecânica, na Macedônia. A ideia dele é copiar o modelo dos pergaminhos, antigos rolos de papiro inventados pelos egípcios e usados em larga escara durante toda a Idade Média.
Apresentando: o eRoll
Assim, o usuário teria na mão seria apenas um tubo do qual, ao puxar uma espécie de alça, surge uma página. Nela são exibidos os conteúdos digitais. Uma novidade em relação aos dispositivos existentes atualmente.
Formato de pergaminho.
A grande vantagem estaria no tamanho reduzido que o eRoll assume quando está fechado. Sem contar que quem vê de longe, provavelmente, não iria nem imaginar que se trata de um aparelho de alta tecnologia.
Tubo do eRoll
O eRoll pode acabar assumindo um papel parecido com o que os pergaminhos tinham: facilitar e baratear o processo de leitura.
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL