23 de jan de 2012

Para evitar as sardas, o chapéu é essencial nas praias de Florianópolis

Quem tem a pele muito clara pode ter propensão a ter sardas e pintas.


Lucimara Hilário gosta do sol mas não abre mão de se proteger. Ela chegou em Florianópolis na última segunda-feira e depois de vários dias de tempo nublado, pegou sol forte a partir de quinta-feira. Como tem a pele muito branca e propensão a ter sardas no rosto, ela não sai para sua caminhada sem um chapéu, mesmo usando protetor solar.

— Tenho uma preocupação muito grande com o sol. Se eu fico exposta, fico com sardas e não gosto delas. Chega a ser um complexo — revela.

Moradora de São Mateus do Sul, no Paraná, ela é fã da praia dos Ingleses, principalmente do mar.

— A água é muito transparente, muito limpa aqui. Minha filha, Letícia, de 6 anos, estava brincando com o baldinho dela e a gente via que a água realmente não tinha cor. É incrível! — afirma Lucimara.

Ela e a família já tinham visitado Florianópolis mas há dois anos não vinham para a Ilha. Também já foram para Barra Velha, mas não acharam as praias tão legais. Pretendem matar a saudade da cidade visitando várias praias enquanto estão por aqui.

Fonte:  diariocatarinense.clicrbs.com.br

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL