13 de jun de 2010

Andei pesquisando sobre Erosões Costeiras.


Uma maneira de controlar as erosões causadas pelo mar na Praia da Armação provavelmente seria a instalação do sistema Bagwall, que me foi apresentado em vídeo por Mikaenzo um visitante do nosso Blog que possui o Blog http://ata-amigosdaterraedagua.blogspot.com que trata do assunto que por também ser uma constante a erosão das costas marítimas na região de Maceió. Já o problema é conseguir informações mais completas a respeito da Bagwall, pois pesquisando nos buscadores, o maior número de respostas é a respeito de um equipamento para treinamento de artes marciais.
Porém depois de muito pesquisar esbarrei com a revista Gestão Costeira Integrada (http://www.aprh.pt/rgci/revista8f2.html) edição nº8 onde avia matéria relacionada ao assunto em questão.
_____________________________________________
Pequeno resumo do texto da revista:

“INTRODUÇÃO
O acelerado processo de ocupação urbana da zona
costeira mundial é um dos principais fatores do
impacto ambiental na orla marítima. Esse crescimento
populacional, conforme o Capitulo 17 da Agenda 21
(CNUMAD, 1992) indica uma tendência para o ano
de 2020 de uma população superior a 8 bilhões, onde
cerca de 65% das cidades com mais de 2,5 milhões de
habitantes estarão situadas na zona costeira.
Alguns cientistas estimam que 70% das linhas de
costa no mundo experimentam erosão (Lira,1997).
No Brasil os principais casos de erosão marinha são
devido a dois fatores (MMA, 2000):
 Padrões de dispersão e transporte de
sedimentos da zona costeira.
 Intervenções humanas na zona costeira, seja
através de obras de engenharia, seja através do
uso do solo inadequados.
Segundo Vallega (2001), “...o chamado efeito estufa,
que é o fator causador da teoria da mudança global, que entre
outros problemas ambientais, têm provocado a alteração do
nível do mar”.
Hunter (2007) após reunião do IPCC em março
de 2007, sugeriu em uma entrevista à agência de
noticias Reuters que “...as cidades litorâneas devem erguer
diques de proteção para conter as marés do futuro”.
Durante este ano o avanço do mar tem ocupado
os telejornais, artigos da imprensa escrita, dentre
outros. A falta de sedimentos na praia é devida à
exaustão da fonte e à retenção de sedimentos através
de barragens fluviais e obras marítimas. Os atuais
processos de controle de erosão costeira através de
obras de contenção têm apresentado deficiências
(MMA, 1998) e, geralmente, não permitem o uso da
praia recreativa.
O presente trabalho revela os benefícios
ambientais obtidos no controle da erosão costeira no
Litoral de Alagoas, com a construção de dois
dissipadores de energia de ondas do tipo barra mar
“Bagwall “.


TECNOLOGIA UTILIZADA/
TECHNOLOGY USED
Atualmente as obras utilizadas para controle de
erosão costeira podem ser resumidas a dois aspectos:
1º) Obras de engenharia via de regra caras e, na
maioria dos casos, destruindo o acesso à praia
por parte da população; portanto, de um lado
preservam a propriedade, e do outro eliminam
um importante recurso natural.
2º) O custo de manutenção das obras que muitos
municípios e proprietários não podem arcar.
Adotou-se como solução para o problema da
Erosão Marinha nos dois casos estudados neste
trabalho uma nova tecnologia; trata-se do dissipador
de energia do tipo Barra Mar “Bagwall”, uma obra de
engenharia rígida que utiliza geoformas preenchidas
com concreto (Saathoff, 1994, 1995), que contém o
avanço do mar na medida que estabiliza a linha de
costa, dissipa a energia das ondas no local da
intervenção sem transferir o processo erosivo para
áreas adjacentes, promove a engorda natural da praia
e garante o acesso da população a praia recreativa
(Tabela 1).
A tecnologia de execução do “Bagwall” consiste
na utilização de geoformas têxteis preenchidas com
concreto ou argamassa bombeados. Inicialmente,
serão procedidas as escavações até se atingir a cota de
projeto onde serão espalhadas as geoformas para
enchimento com concreto. Um caminhão de concreto
abastecerá uma bomba com mangotes de 2" que
bombeará o concreto de boa fluidez e com taxa de
compressão controlada para dentro das geoformas
fazendo o seu enchimento. Após a segunda fiada do
muro serão instalados os drenos horizontais de
geoformas preenchidos com pedrisco e de acordo” (obs. Deste ponto em diante não consegui ler mais a respeito, pois o arquivo em questão estava com falha.)

_______________________________________

Acredito que o uso do sistema Bagwall é muito interessante principalmente para a nossa região que vive quase que exclusivamente do turismo, e este sistema acaba por criar escadarias para a praia, ao contrario do que acontece com a barreira de pedras que estão fazendo no momento.
Passei algum tempo conversando com pessoas de regiões atingidas pelas erosões costeiras e todas elas foram unanimes no fato de que a barreira de pedras é uma solução provisória que com o tempo vem a aumentar o problema.
Não sei em que estagio estão os trabalhos de pesquisa e estudos das correntes marítimas na região, na verdade nem sei se está havendo algum estudo, mas acredito que deve ser levado em conta o uso do Bagwall.
Outra maneira que descobri e que também acredito ser muito mais interessante que a criação das muralhas de pedras que estão criando, é a “construção de arrecifes artificiais submersos” que faz com que o próprio mar ajude no alargamento da faixa de areia, pois a areia após ultrapassar os arrecifes fica presa.

Bom! Existem com certeza muitas maneiras de solucionar este problema, mas acredito que a muralha de pedras que foi criada não é a mais indicada, e com certeza vai dificultar a implantação de qualquer outra medida de contenção.
O que vocês acham?

Abaixo está vídeo que falei. ( Eu ia colocar algumas fotos e editar melhor o conteúdo, porém as ferramentas do google como picasa e o editor atualizado do blogger, assim como outras ferramentas estão meio fora da casinha hoje.)



Share:

0 comentários:

Postar um comentário

.

Vídeos

Loading...

DICA EMPRESARIAL